• Com informações do Sistema Ocepar e Notícias

Colheita de trigo avança no Paraná


Os produtores de trigo do Paraná, principal produtor do cereal no Brasil, duplicaram a área colhida na última semana, segundo as informações divulgadas pelo governo do Estado nesta quarta-feira (09/09). O clima chuvoso começa a gerar preocupações quanto à qualidade dos grãos colhidos.

A colheita alcançou 22% da área plantada esta semana, contra 10% na semana passada, conforme os dados do relatório do Departamento de Economia Rural (Deral). Um ano atrás a colheita atingia 18 por cento da área plantada.

A condição da maior parte das lavouras continua boa, segundo o levantamento do órgão: 77% da área estão nas melhores condições, 21% em condições médias e apenas 2% em condições ruins.

Ainda assim, as condições chuvosas dos últimos dias e a previsão de mais precipitações preocupam técnicos que acompanham as lavouras paranaenses.

De acordo com o relatório do Deral, a preocupação recai especialmente com a colheita do trigo, que já estava registrando perdas na qualidade em função das doenças, agora pode se agravar pela umidade. Possíveis perdas serão dimensionadas nos próximos dias.

A consultoria Trigo & Farinhas destacou que o sul do Paraná também poderá sofrer com chuvas acima da média este ano, provocadas pelo fenômeno climático El Niño, conforme alertou anteriormente a Reuters.

Feijão perde espaço para soja e preços sobem

O mesmo já foi visto na temporada anterior. Com isso, a tendência é de expansão nas compras externas do integrante da cesta básica e, em consequência, preços mais altos.

Dados do último levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgado em agosto, mostram que houve queda de 8,3% na produção total de feijão do ciclo 2014/2015, de 3,45 milhões de toneladas para 3,16 milhões, no comparativo anual. Paraná - maior estado produtor - teve retração de 10,4% no período.

Em contrapartida, a soja paranaense saltou 15,9%, para 17,1 milhões de toneladas. Considerada a colheita nacional de soja, houve expansão de 11,7%, para 96,2 milhões.

O estado líder no cultivo de feijão deve perder 7,2 mil hectares nesta safra, para 185,4 mil. O cenário abre espaço para que regiões produtores, antes menos importantes, assumam papéis fundamentais, como o Nordeste.

Milho

Em relação à colheita de milho segunda safra, o Paraná avançou para 96% da área, em linha com o ritmo do mesmo período do ano passado, informou o Deral.

#bomjesus #cooperativismo #trigo #feijão #milho #safra20152016 #paraná

ENTRE EM CONTATO

Rodovia do Xisto, Br-476,Km-198, s/nº - Olaria

Lapa/PR 83.750-000  Fone: (41) 3622-1515

bomjesus@bj.coop.br

 ©‎ Todos os direitos reservados | Cooperativa Agroindustrial Bom Jesus - Tradição, Respeito e Constante Evolução