• Felipe Andrade

Escola no Campo teve seu primeiro passo em Mafra (SC)


No dia 31 de maio, o projeto Escola no Campo, uma parceria entre Cooperativa Bom Jesus, Syngenta e Fundação Abrinq, teve inicio na cidade de Mafra, em Santa Catarina. Em uma reunião na Secretaria de Educação do município, a instrutora Angélica Maran fez o primeiro treinamento com as professoras das escolas da região.

É a primeira vez que o projeto chega a Mafra e a recepção foi de grande interessante. Para Angélica, as professoras “foram bastante receptivas! Em geral temos um bom retorno sobre os temas trabalhados no encontro de formação e no material de apoio dos alunos e professores (as cartilhas). Tudo é pensado no sentido do melhor diálogo possível com os alunos, para potencializar a aprendizagem, e, as professoras de Mafra me pareceram muito empolgadas com as possibilidades de trabalho, apoiando em suas falas a prática pedagógica contextualizada em sintonia com a comunidade escolar rural, que todos almejamos”, disse a instrutora.

Para Angélica, os pais poderão ver a evolução do aprendizado na sala de aula. “Acho que os pais dos alunos participantes em Mafra podem esperar resultados semelhantes ao que temos alcançado em outras localidades, inclusive aqui do Sul e de Santa Catarina, ou seja, de perceber nos filhos mais interesse pelas questões do meio rural e de seu desenvolvimento em equilíbrio com os parâmetros ambientais, a valorização da cultura e dos saberes do campo, do trabalho dos pais e familiares e de sua comunidade. Além disso, a ampliação do repertório nos conhecimentos trazidos pelos filhos, e, com o engajamento demonstrado pelas educadoras no encontro que tivemos, acho que devem esperar também importantes mudanças nos hábitos dos filhos - pra melhor! Melhorias em sua alimentação, no ânimo renovado pros estudos e em escolhas diárias mais sustentáveis”, comentou Angélica.

O Escola no Campo já ganhou vários prêmios e tem reconhecimento mundial e isto pode ser visto em outros locais aqui na Brasil. “Temos visto que as ações do projeto desenvolvidas em conjunto com professores de cada localidade e o material enviado têm apoiado efetivamente os processos de ensino-aprendizagem. Cada região tem uma particularidade, uma cultura própria, por isso há flexibilidade no planejamento das ações, propositadamente. Agora, todas essas diferenças culturais estão unidas por desafios e potenciais comuns do campo, do meio rural que está mais em contato com a dinâmica do agronegócio e esta abrangência nacional conseguimos com uso do material, sobretudo. É nesse diálogo de abordar temas mais abrangentes e focar em ações educativas enraizadas localmente que temos colhido bons frutos pelo Brasil”, finaliza Angélica.

O projeto Escola no Campo está há 19 anos na Cooperativa Bom Jesus e já atendeu mais de 30 mil crianças repassando conhecimento socioambiental, noções de reciclagem e cuidados com agroquímicos. Em Mafra é a primeira vez que o projeto chega e a ideia é de expansão na região. “A Escola no Campo é uma marca da Cooperativa e tem que continuar. Essa parceria com a Syngenta de fomentar esse aprendizado em escolas do interior é muito rico, pois atende crianças que estão abertas ao conhecimento e levarão para vida toda essa educação”, completa Felipe Andrade, coordenador do projeto na Cooperativa Bom Jesus.

#mafra #santacatarina #escolanocampo #professoras #conhecimento #syngenta #coopbomjesus #bomjesus #fundaçãoabrinq

ENTRE EM CONTATO

Rodovia do Xisto, Br-476,Km-198, s/nº - Olaria

Lapa/PR 83.750-000  Fone: (41) 3622-1515

bomjesus@bj.coop.br

 ©‎ Todos os direitos reservados | Cooperativa Agroindustrial Bom Jesus - Tradição, Respeito e Constante Evolução