• Sistema Ocepar.

Grãos: Centro Oeste lidera produção agrícola brasileira


O Centro-Oeste deve liderar mais uma vez a produção agrícola brasileira. Segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a região produzirá 90,6 milhões de toneladas de grãos, de um total de 213 milhões de toneladas projetadas para a safra 2016/2017. A soja e o milho são as principais culturas do Centro-Oeste. Entre os estados, Mato Grosso aparece como maior produtor, com a colheita estimada em 52,7 milhões de toneladas.

Sul - Os números do terceiro levantamento da safra da Conab, divulgados em dezembro do ano passado, apontam o Sul como o segundo maior polo agrícola do país, com colheita projetada em 75,2 milhões de toneladas de grãos. O Sudeste ocupa o terceiro lugar no ranking nacional da agricultura, com 22,3 milhões de toneladas de grãos. O Nordeste aparece em quarto, com 16,1 milhões de toneladas, e o Norte, em quinto, com 8,7 milhões de toneladas de grãos.

Área - Da área de 48,8 milhões de hectares prevista para o ciclo 2016/2017, 23,7 milhões de hectares estão no Centro-Oeste. Outros 19,4 milhões de hectares ficam no Sul. O Nordeste aparece em terceiro lugar, com 7,6 milhões de hectares destinados ao cultivo de grãos. No Sudeste, a produção agrícola ocupará 5,6 milhões de hectares, e no Norte, 2,7 milhões de hectares.

Estados - Além de MT, outros quatro estados se destacam pela produção agrícola. A colheita no Paraná é estimada em 36,9 milhões de toneladas de grãos e em 31,6 milhões de toneladas no Rio Grande do Sul. A safra em Goiás é projetada em 20,2 milhões de toneladas de grãos e em 16,8 milhões de toneladas em Mato Grosso do Sul. Na próxima terça-feira (10), a Conab vai divulgar o quarto levantamento da safra 2016/2017. (Mapa)

#Agronegócio #RegiãoSul #Paraná #SantaCatarina #RioGrandedoSul #SafradeGrãos

ENTRE EM CONTATO

Rodovia do Xisto, Br-476,Km-198, s/nº - Olaria

Lapa/PR 83.750-000  Fone: (41) 3622-1515

bomjesus@bj.coop.br

 ©‎ Todos os direitos reservados | Cooperativa Agroindustrial Bom Jesus - Tradição, Respeito e Constante Evolução