• Assessoria Cooperativa Bom Jesus

PECUÁRIA: Adubação de pastagens no inverno como ótima estratégia

Atualizado: Jul 7

A região sudeste paranaense e planalto norte catarinense viveram um período seco durante este ano, mas a chuva chegou, sendo em algumas regiões com abundância. Pastagens como azevém e aveia, importantes aliadas do produtor de bovinos de leite nesse período, precisam ser preservadas devidos aos eventos da estação, como baixas temperaturas e possíveis geadas.


Segundo Bruna Simone Siqueira, Desenvolvimento de Mercado da Timac Agro, "essas forrageiras de estação fria apresentam produção de forragem de elevada qualidade e sua produtividade depende diretamente da fertilidade do solo e fornecimento de nutrientes, principalmente do nitrogênio". Para as culturas de aveia e azevém, ela diz que "o nitrogênio é considerado o nutriente que mais limita a produção de massa seca. Se realizada corretamente, a adubação nitrogenada proporciona ganhos desde o aumento na produção de matéria seca até a melhora da qualidade bromatológica da forrageira, como um maior teor de proteína bruta e minerais, elevando o valor nutritivo da forragem, que irá influenciar diretamente o desempenho dos animais. Além disso, pode encurtar o período de utilização inicial do pasto e entre os pastejos. Dados de pesquisa demonstram que, para cada kg de nitrogênio aplicado no azevém, verifica-se aumentos lineares de 2,82 kg/ha de massa de forragem", aponta a Bruna.

(Foto: Eduardo Lacerda)


Outro ponto de atenção de Bruna é em relação ao uso de ureia nas pastagens. "Atualmente, a fonte mais utilizada na adubação nitrogenada é a ureia, porém, seu uso apresenta inconvenientes já que o nitrogênio proveniente da ureia é muito suscetível às perdas e, consequentemente, muito sensível às condições de manejo de aplicação e ambiente. Essas perdas podem chegar a até 70% e essa ineficiência custa caro ao pecuarista. Além disso, a liberação imediata do nitrogênio, disponibiliza o total aplicado no momento, vindo a faltar nutriente durante o desenvolvimento da planta", afirma.


Para Bruna o uso de tecnologia de aplicação para buscar melhores resultados é imprescindível. "Buscando otimizar o uso dos fertilizantes nitrogenados no manejo de forrageiras e atingir altos tetos produtivos, é imprescindível a escolha de tecnologias que reduzam as perdas de N e melhorem o aproveitamento pelas plantas. O pecuarista deve dar preferência ao uso de produtos que minimizem as perdas de nitrogênio para o ambiente e o forneçam de forma constante e gradual às plantas. Através dessas escolhas, será possível programar as coberturas a serem realizadas na área, mesmo em condições adversas de clima, otimizando a mão de obra e equipamentos presentes na propriedade, além de garantir segurança sobre o investimento em adubação, permitindo ao pecuarista alcançar maiores produtividades", afirma a profissional da Timac Agro.


Para mais informações sobre adubação de pastagens e produtos com eficiência, entre em contato com o entreposto mais próxima da Cooperativa Bom Jesus.


Informações para o texto: Timac Agro

ENTRE EM CONTATO

Rodovia do Xisto, Br-476,Km-198, s/nº - Olaria

Lapa/PR 83.750-000  Fone: (41) 3622-1515

bomjesus@bj.coop.br

 ©‎ Todos os direitos reservados | Cooperativa Agroindustrial Bom Jesus - Tradição, Respeito e Constante Evolução