Produção de leite aumenta na região sudeste do Paraná

26/08/2015

A família Ludwig foi uma das primeiras de Rebouças a participar da linha leite da cooperativa.

 

A produção de leite na região sudeste do Paraná tem aumentado consideravelmente. Jucimara, Vanderlei, Leodete e o Sr José Paulo Ludwig fazem parte desse aumento. Moradores da localidade de Riozinho dos Santos, interior de Rebouças, a família trabalha com o produto há 20 anos e desde fevereiro de 2015 passou a entregar o leite para a Cooperativa Bom Jesus.

 

“A produção média de leite fica entre 200 e 220 litros por dia com ordenha de 15 animais das raças jersey e holandês e quem toma conta da leiteria é a Leodete e a Jucimara”, comenta Sr. José, sócio da Bom Jesus há seis anos. Além do leite, a família cultiva soja, milho, feijão, erva mate e também arroz.

 

A família Ludwig foi uma das primeiras de Rebouças a participar da linha leite da cooperativa que iniciou neste ano na região, incentivando outros produtores a conhecerem o projeto e também participarem. “O leite dá trabalho sim, é uma rotina, mas para nós é um salário do mês, porque ao entregar o leite temos garantia de compra e pagamento do nosso produto avaliado pela qualidade”, afirma Jucimara.

 

 

Saiba mais...

A produção leiteira teve uma participação de R$ 4,8 bilhões – o equivalente a 6% – no Valor Bruto da Produção em 2014, no Paraná, segundo estimativa da Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento.

 

O estado abriga um rebanho leiteiro de 2,5 milhões de cabeças, com 1,7 milhão de vacas em lactação, e segundo a última informação oficial do IBGE produziu 4,3 bilhões de litros em 2013, participando com 12,7 % da produção nacional.

 

O número de vacas ordenhadas no Paraná (entre 2008 a 2013) cresceu 29%, chegando hoje a 1 milhão 715 mil e no mesmo período, a produção estadual cresceu 54% (atingindo 4 bilhões 347 milhões 493 mil litros).

 

 

Please reload