Área do plantio da 1ª safra de feijão será menor

23/09/2015

As últimas informações de mercado e órgãos oficiais mostram que os preços atrativos verificados na última safra de feijão não foram suficientes para motivar os produtores no aumento da área a ser plantada no Brasil na primeira safra.

 

De acordo com os números divulgados nesta semana, a área destinada ao feijão será de 1,044 milhão de hectares, um recuo de 0,9% em relação à safra passada (1,053 milhão).

 

Em muitos estados, considerando o custo de produção estimado para a safra 2015/16 e os preços atuais, o feijão só tem uma rentabilidade menor que a da soja. Apesar disso, os produtores alegam como impeditivos a um maior plantio, fatores como a comercialização instável e os altos riscos climáticos inerentes ao plantio do grão, dizem os analistas de mercado.

 

Apesar do leve recuo, a produção da safra é estimada em 1,152 milhão de toneladas, aumento de  1,7%. 

 

O Paraná é o maior produtor de feijão e neste ano serão cultivados 185 mil hectares, redução de 4% da área em relação ao ano passado, onde foram semeados 192 mil hectares. Embora o plantio seja menor, é esperada uma produtividade superior, podendo chegar a 343 mil toneladas. 

Please reload