Sete entre os dez produtos mais exportados pelo Brasil no primeiro semestre são do agronegócio

Dados divulgados pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MICS) no dia 01/07, mostram que, no primeiro semestre de 2016, o Brasil obteve superávit de US$ 23,6 bilhões na balança comercial - valor dez vezes maior que o resultado apresentado no mesmo período do ano passado (US$ 2,2 bilhões). O crescimento do saldo comercial foi impulsionado principalmente pela queda de 27,7% das importações.

 

Apesar do resultado positivo no saldo da balança, o comércio externo do país tem apresentado forte desaceleração. Houve queda de US$ 29,6 bilhões na corrente de comércio do Brasil e retração de 4,3% nas exportações, conforme informações da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

 

O governo tem destacado o comércio internacional como uma prioridade para a recuperação econômica do país. O agronegócio tem sido o setor que mais contribuiu para o saldo comercial positivo nos primeiros seis meses de 2016. O destaque pode ser observado na composição dos 10 principais produtos brasileiros exportados no período.
 
No primeiro semestre de 2016, esses produtos trouxeram ao Brasil US$ 41,6 bilhões em receita, 46% do valor total. Dentre esses, sete são do agronegócio, US$ 29,9 bilhões (33,2%) do total das exportações brasileiras.

 

No período, os destaques do agronegócio foram:

· Soja em grão, US$ 13,9 bilhões (+11%), aparecendo como o principal produto exportado;

· Açúcar em bruto, US$ 3,1 bilhões (+19%), em 4º;

· Celulose, US$ 2,7 bilhões (+7%), em 7º,

· Carne bovina, US$ 2,2 bilhões (+6%), em 8º.

 

 

 

Please reload