Trigo: 17 milhões de toneladas ainda não estão definidas no Mercosul

Das 21 milhões de toneladas de trigo previstas para o Mercosul nesta safra, apenas cerca de 4 milhões estão colhidas (entre o Paraná e o Paraguai). Nada menos que 17 milhões ainda estão nos campos e em fases muito sensíveis, com previsões de clima adverso pela frente.

 

De acordo com o analista sênior da Consultoria Trigo & Farinhas, Luiz Carlos Pacheco, “tudo continua em aberto. Os relatórios dos analistas e dos órgãos governamentais falam em safras ótimas de trigo na América do Sul, mas a verdade é que (quase) tudo continua em aberto ainda”. 

 

O especialista aponta as previsões meteorológicas “assustadoras de chuvas pesadas, granizo e ventos fortes com acamamento do trigo em varias regiões. Tudo isto, se não afeta o volume, pode afetar a qualidade”. 

 

Nesta segunda-feira (17.10) um relatório da Bolsa de Comércio de Rosário afirma que a produção argentina de trigo para a safa 2016/17 deverá ser de 13 milhões de toneladas, contra as 14,5 milhões estimadas pela Bolsa de Cereales de Buenos Aires e pela Agritrend, uma consultoria privada.

 

Essas previsões não contam ainda com possíveis quebra de qualidade a serem contabilizadas a partir das fortes chuvas que ocorreram neste fim de semana, que podem continuar ocorrendo pelos próximos dois meses com vaiada intensidade.

 

 

Please reload