Projeto Escola no Campo é iniciado em Paulo Frontin

06/06/2018

(Foto: Professoras recebem os materiais para o Projeto Escola no Campo junto com Giancarlo Retcheski, gerente da unidade da Cooperativa Bom Jesus de Paulo Frontin; Felipe Andrade, Assessor de Comunicação e Cooperativismo da Bom Jesus; e Marcos Costabile, RTV da Syngenta)

 

Este é o 19° ano em que a Cooperativa Bom Jesus leva educação ambiental para municípios de sua região de atuação, através do projeto “Escola no Campo”, em parceria com a Syngenta e Fundação Abrinq. E para dar inicio a atividade em 2018, no dia 06 de junho aconteceu o primeiro encontro com a diretora e as professoras da Escola Municipal do Campo Carlos Gomes, na localidade de São Roque, em Paulo Frontin.

 

Durante a manhã, foram entregues as cartilhas que serão aplicadas pelas professoras das turmas de 4° e 5° séries. O principal objetivo do Escola no Campo é contribuir para o desenvolvimento sustentável das comunidades através da qualidade na educação, integrando iniciativas de prevenção do meio ambiente, saúde e agricultura, fazendo com que sejam multiplicadores desta ideia na família e comunidade.

 

O encerramento do projeto, será mercado pelo anúncio dos vencedores de um concurso de desenhos com frases, relacionados aos conteúdos aprendidos.

 

Atuação do projeto no Brasil

 

Em mais de 20 anos de atuação do Projeto Escola no Campo, já são mais de 110 mil alunos atendidos em 15 Estados. O grande propósito do projeto é contribuir para educação de crianças no meio rural. Além de diversos conteúdos relacionados ao meio ambiente e à proteção infantil, passando um forte conceito a elas, valorizando sua origem e raízes: o orgulho de pertencer ao meio rural.

Please reload